Terapia de Casal

Muitos casais em algum momento da relação conjugal buscam a terapia de casal como uma tentativa para lidar melhor com conflitos que surgem no casamento. Os conflitos podem estar relacionados a insatisfação, infelicidade, desentendimento, divergências sexuais, ausência de comunicação, pensamentos de separação, fracasso nas tentativas de reaproximação, segredo familiar, incompatibilidade, entre outras razões. Independente do motivo da procura, a terapia tem como tarefa, auxiliar o casal a identificar os motivos que geram os desajustes e conflitos na relação conjugal.  O casal por si só, nem sempre consegue descobrir e analisar a causa dos atritos e superá-los, razão esta que acaba por despertar nos cônjuges sentimentos relacionados a incompetência e impotência.

Em uma relação saudável, espera-se que o casal sinta um pelo outro, amor e atração sexual, além da comunicação, confiança, companheirismo, tolerância, capacidade para resolução de problemas e respeito às diferenças individuais. É importante que cada um possa se responsabilizar por seus pensamentos, sentimentos e comportamentos, sem esperar do outro a solução para seus conflitos, como por exemplo, esperar do outro que “cure” sua carência e preencha seus “vazios”. É comum a fantasia de completude e muitas pessoas se casam com a expectativa de que o outro irá suprir e/ou satisfazer todas as suas necessidades.

Esta fantasia é responsável pelas frustrações que tanto atrapalham a relação conjugal, gerando brigas e desentendimentos contínuos. No casamento, as pessoas não mudam, na verdade elas são projetadas pelo outro e frequentemente idealizadas. Com a convivência, o casal passa a se conhecer melhor e as expectativas são frustradas. O ideal inexiste.

A terapia de casal não é uma fórmula mágica para salvar o casamento, porém, é um espaço que facilita o diálogo e oportuniza o casal a reconstruir, ressignificar, rever a vida a dois, olhar para si, descobrir novas possibilidades de ação, repensar em suas atitudes e dificuldades, para que possam enfrentar os sentimentos que julgam difíceis de lidar.  A terapia de casal, não tem como objetivo evitar o divórcio e sim melhorar o relacionamento em nível de satisfação e entendimento. No entanto, nada impede que o casal chegue à conclusão de que ambos serão mais felizes separados. Neste caso, a terapia auxilia os cônjuges a enfrentarem a situação de forma menos traumática.

É bem comum que na terapia de casal, o terapeuta busca conhecer a vida dos cônjuges, suas escolhas amorosas e as perspectivas de cada um, que levaram ao casamento (o que esperavam e o que buscavam um no outro). É de extrema relevância o entendimento acerca das histórias passadas de cada cônjuge, em especial, a dinâmica e o ciclo de vida familiar.

 por Vanessa Ebeling – domingo, 18 de dezembro de 2011

Vanessa Vilas Boas

Psicóloga Clínica, Terapeuta Cognitiva Comportamental, Hipnoterapeuta.

Deixe um comentário